Quer criar seu próprio infoproduto?

Inscreva-se e receba um minieBook para saber mais hoje mesmo!

Os artigos (posts) do seu blog

Artigos - blog de nichoO que é, na verdade “fazer um blog”? Concordo que dá um certo trabalho escolher e adaptar o tema às suas necessidades. Instalar plugins necessários (e às vezes desnecessários também). Mudar a cor, a fonte, o cabeçalho. Colocar uns links bacanas. Umas widgets mais bacanas ainda.

Tudo pronto. Tá bonito que só a peste! Êpa! Faltou alguma coisa. Os artigos (ou posts). Pode ser que nesta hora, todo o trabalho anterior fique parecendo um verdadeiro parque de diversões. Sim, porque ajeitar a cara do blog é legal, diverte mesmo.

Mas o leitor geralmente não liga muito para a fachada do seu blog. Ele quer o que estava procurando. Se não achar, vai embora. Com alguma sorte, volta algum dia, pra ver se você já fez seu trabalho, que é o de providenciar conteúdo.

E para tanto, é necessário escrever os artigos. Ou posts, como queira.

Escreva para os leitores

Ao escrever seus artigos, se você for como a maioria dos mortais, vai querer falar do que lhe der na telha. Você está fervendo de raiva do açougueiro que além de te vender gato por lebre, ainda por cima roubou no pêso. Senta diante do computador, abre o blog e manda ver. Um verdadeiro tratado de respeito ao consumidor.

Só que os seus leitores estão em busca de – por exemplo – novidades no futebol. Você acaba de jogar um artigo no lixo.

Esta é a segunda regra ao escrever um artigo. Não escreva para você, e sim para seus leitores. Tudo bem, para o Google também. Mas isso é assunto para mais tarde. Em primeiro lugar o leitor.

Dê a sua opinião

A terceira regra (calma lá, eu sei que falta a primeira…) é o envolvimento. Você é um blogueiro, não um repórter do Estadão. O repórter precisa ser imparcial, você não. Portanto, dê sua opinião, para temperar a maçaroca e quem sabe cotucar uns e outros, gerando comentários.

Seu artigo já está ficando legalzinho, certo? Lembre-se que estas “regras” são, na verdade, somente sugestões. Não há regras. Como outro dia em que uma pessoa mencionou “a lei dos blogs” em outro blog. É claro que tal lei não existe.

Tamanho é documento

A quarta (falta a primeira, eu sei…) “regra” é o tamanho do seu post. Mantenha-se na média. Cem palavras é pouco, quase nada. Trezentas já dá um postzinho legal. Entre quatrocentas e seiscentas creio que dá para explicar bem alguma coisa. Mais que isso, só se precisar. E aí é preciso dar bons motivos ao leitor para seguir em frente, senão… click!

Saiba linkar 

A quinta (falta…) sugestão é linkar. Linke (ou será linque?) seu post com outros blogs que complementem o assunto. E também com outros artigos dentro do seu próprio blog. Não se preocupe se o outro blog não linke o seu. Apenas faça o link. Com outro blog de bom conteúdo, claro. Não faça o link só por fazer.

Por falar nisso, quase me esqueço de usar minha própria “regra”. Quer saber um montão sobre blog? Leia o blosque. Tem até um guia excelente em pdf, o bê-a-blog. Não deixe de baixar e ler todinho.

Escreva para uma pessoa

Repare no meu texto. Eu digo “faça isto, leia aquilo…”. Estou falando com você. Muitas pessoas (espero) irão ler o seu blog, mas individualmente. Já viu leitura de blog coletiva? Portanto, você diz: “faça você também um blog…” e não “façam voces também seus blogs…”. É minha sexta sugestão.

É claro que há outras “regras” ou sugestões. Aliás muitas outras. Mas para este artigo já está legal.

Muito bem, finalizando… ahá… pensou que eu ia esquecer. Falta a primeira regra. Muito simples. Para fazer tudo isso com seus artigos, você precisa:

Regra número um: Saber como escrever. Siga o link e conheça o blog. Muitas dicas para quem escreve ou quer escrever.

About the Author Bruno