Quer criar seu próprio infoproduto?

Inscreva-se e receba um minieBook para saber mais hoje mesmo!

Como vender um eBook/infoproduto na internet – sem depender de terceiros

Em primeiro lugar… é preciso esclarecer e estabelecer uma coisa: é possível ganhar dinheiro de verdade com um simples eBook? Sim, é possível. E eu nem preciso sair à cata de testemunhos daqui e dali, que aliás podem muito bem ser fabricados. O testemunho sou eu mesmo. Eu vendo eBooks todos os dias. E não vendo por 99 centavos. Vendo por 30 reais ou mais. Um só eBook.

Se você não acredita, então nem continue lendo. Melhor ir fazer outra coisa. Se acredita, vá em frente. Eu vou mostrar a você como se ganha dinheiro com eBooks.

A primeira coisa, talvez você esteja pensando – é criar o eBook, certo? Errado.

A primeira coisa é descobrir um grupo de pessoas com uma necessidade específica. Um nicho. Uma comunidade. E com o seu eBook suprir a necessidade, resolver o problema. Se você não compreender este princípio, não irá chegar a lugar algum. Irá escrever um excelente eBook, destinado a você mesmo. Ninguém vai comprar. A menos que você, sem querer, tenha suprido uma necessidade de um grupo.

Portanto, antes de sair escrevendo, pesquise. Descubra, dentro da área em que deseja trabalhar, um grupo de pessoas que está buscando a solução para algum problema.

Hora de você perguntar… como, onde?

Na internet. Engraçadinho eu, né? “A internet” é um mundão velho sem porteira. Zilhões de sites, páginas, e o escambau a quatro. Pois é, mas é isso mesmo. No meio dessa barulheira toda, está o grupinho de pessoas que vai comprar o seu eBook. Ou estou enganado? Não… todo mundo vende o seu peixe via internet. E você também vai.

Muito bem… há diversos lugares para se procurar. Os sites sociais como Facebook, Twitter, Instagram são alguns deles. Basta procurar. Há grupos de tudo quanto é jeito. Procure. Entre no grupo. O que as pessoas estão dizendo? Do que reclamam? O que está lhes faltando?

Digite suas idéias no buscador do Google (este é o seu melhor amigo na internet… ele sabe tudo). Quais são os resultados? Tem alguém oferecendo algo na área? Muitos resultados? Poucos?

Google Adwords

Eu não disse que o Google é o seu melhor amigo? Olhe aí… o Google Adwords… uma ferramenta que vale ouro. Mas é de graça! Inteiramente grátis!

Eu acho engraçado… às vezes converso com pessoas que querem ganhar dinheiro na internet e percebo que não sabem absolutamente nada de internet. Nada de mal com isso, eu também já estive lá. Não nasci sabendo, eu aprendi. O que eu acho muito ruim é que estas mesmas pessoas, sem saber bulhufas da internet, em algum ponto da conversa querem me “ensinar” como vender meus produtos.

E me saem com cada uma… Por exemplo: “Ah… mas você sai na primeira página do Google porque paga, né?”. Quando eu digo que não, que é pelo resultado orgânico… mudam de assunto. Não sabem do que estão falando…

A mesma coisa acontece quando falo do Adwords. “Ah… eu sei! Tem que pagar pra anunciar!”. Verdade… tem que pagar pra anunciar. Aí você diz… “Você acabou de dizer que é grátis!”.

E é… mas não o anúncio. O que é grátis é muito melhor que o anúncio. É a ferramenta de palavras-chave. Isso é que vale ouro!

Esta ferramenta do Adwords possibilita a você saber o que as pessoas digitam no Google para buscar o que querem. Você acha isso pouco? Deixe-me dizer o que eu acho… ou melhor.. não “acho”… eu sei.

Saber o que as pessoas estão procurando, para mim, é uma verdadeira mina de ouro. Se eu sei o que as pessoas querem, eu crio meu conteúdo com aquilo. E crio produtos com aquilo. E as pessoas compram, porque eu criei algo específico para resolver os problemas daquelas pessoas.

É isso que o Google Adwords te dá, de graça. E basta apenas ter uma conta no Google. Mais nada. Grátis… uma beleza!

É ali que você vai descobrir como criar um produto vendável. Em qualquer área. Ou quase em qualquer área, que eu não sou adivinho.

Como criar um eBook?

Eu acho até engraçado quando vejo uns caras oferecendo “software para criar eBooks”. Como se fosse algo mágico. A pessoa está lá, estagnada, não consegue colocar sequer uma frase no editor de textos… aí compra um desse, hehehe… Só pra descobrir que terá – novamente – diante de si… uma página em branco.

Para criar um eBook você não precisa de um software “criador de eBook”. Você precisa apenas de um editor de textos. Como o Word (Microsoft) ou Pages (Apple). Mais nada. Quero dizer… precisa do seu cérebro, né… e dos seus dedos. Mais nada.

Você digita suas tranqueiras lá no editor de texto, transforma em PDF e pronto. Está feito o seu eBook.

Tá, tá… depois precisa de uma capa. Aí já são outros 500… Mas entenda o que eu quero dizer… O importante é o conteúdo. O importante é um conteúdo de qualidade, que seja desejável, que certas pessoas pagariam para obter. Isso é o eBook. Não uma coisinha toda enfeitada com imagenzinhas e balacobacos pra todo lado. As pessoas estão se lixando pra frescura. Elas querem resolver seus problemas.

Se você fizer um eBook todo esculachado, sem capa, sem diagramação, sem título, todo zoado, mas que REALMENTE ENSINE COMO FICAR MILIONÁRIO EM DOIS DIAS… Entendeu? Eu compraria esse mostrengo de você.

Não, não estou dizendo pra você fazer isso. Quero dizer, fazer tudo mal feito. Eu não faço. Meus eBooks são arrumadinhos, revisados, com capa, etc… Tudo que tem direito. Só não têm frescura, salamaleques.

Mas quero que você entenda que o negócio não é a beleza. É o conteúdo. Já chega, né? Você já entendeu. Conteúdo.

Por isso, não fique por aí zanzando à cata da fórmula mágica para produzir seu eBook, porque isso não existe. O que existe é o seu cérebro. Que deve ser usado para pesquisar e criar um produto vendável.

Acredite, eu já vi coisas por aí… Uma tranqueira chamada de “curso”, cheia de bonitezas, adornos, triângulos, retângulos, círculos… cujo texto total não dá duas páginas de um dos meus eBooks. Só para citar um exemplo. Isso aí é puro lixo. Sem conteúdo. Pois é… eu já tinha dito que chega… agora chega mesmo. Vamos seguir em frente.

E como vender meu eBook?

É claro… pombas… você já teve um “baita trabalhão” escrevendo. E o negócio de vendas não é sua praia. Melhor colocar naquele site maneiro que dá um espaço “de graça”. E eles que se virem pra vender, enquanto você descansa do imenso trabalho de escrever, na varanda de sua casa de campo. Com uma geladinha do lado (pode ser um suco natural, se você não bebe), bem tranquilo. E as vendas simplesmente congestionando o site dos coitados que aceitaram colocar o seu best-seller no site deles.

Gostou? Bacana, né? Beleza… agora vamos falar da realidade.

Conhece a expressão “Bater o escanteio e subir pra cabecear”? É isso que você vai ter que fazer se quiser vender alguma coisa. Os outros estão lá para ganhar dinheiro. Para eles, não para você. Eles te dão uma página. Você coloca lá o seu eBook. É a “página do seu eBook, certo?”. Coisa nenhuma. É uma página que tem o seu eBook e mais cinco mil links para outros eBooks, outras páginas e muito mais… E adivinhe quem precisa enviar os possíveis compradores para a página? Tá começando a ficar esperto… é você. Um negócio da China! Eles dão um espaçozinho a você e você fica trabalhando… para eles. Você e mais uma penca de outros autores.

E ainda tem mais… eles retiram uma comissão gorda das vendas. E tem mais… os seus concorrentes por lá, vendem os livros a preço de banana pôdre. E você precisa acompanhar.

Nota: Nada impede que você TAMBÉM coloque seus eBooks (olhaí… no plural…) em sites como Amazon, por exemplo. Eu tenho alguns por lá… Mas o meu público eu direciono para o meu site. 

Portanto, qual a solução? Vender você mesmo. No seu site. Você recebe o dinheiro. Você entrega o produto. E você é quem tem o cadastro dos clientes. Para vender mais no futuro. Isso sim, é algo valioso. Só tem um pequeno problema… Não vai dar pra curtir aquela varandinha da casa de campo. Você vai ter que trabalhar que nem louco. Hoje é sábado. Sã0 6 da tarde e eu estou escrevendo isso aqui.

O que você precisa fazer

Em primeiro lugar, só pra você não se esquecer… a pesquisa. Que seja suficiente para criar seu eBook, mais artigos e vídeos. Ou seja, um conteúdo “amarrado”. Vídeos sim senhor. E é melhor que sejam com você mesmo. Você falando do assunto. Os seus vídeos vão educar o futuro comprador. Os seus artigos também. Você vai escrever em outros sites (que publicam artigos de terceiros) também. Página de fãs no Facebook, Twitter e o que mais servir para o seu propósito.

Resumindo… Você vai ter que criar não só o eBook, como também:

  • Site com as páginas e artigos necessários
  • Artigos em outros sites
  • Configurar meios de pagamento
  • Campanha de email marketing
  • Vídeos

Aí está o básico. Dá um trabalho danado, se você quer saber. Mas dá resultado. Você pode até não ficar rico, mas fazendo tudo certo, vai ganhar dinheiro. E não são trocadinhos. Dinheiro de verdade. Mil, dois mil, três… quem sabe. Porque você, depois de sentir o gostinho… não vai parar no primeiro eBook. Vai fazer mais e mais. Quem sabe cursos. As possibilidades são infinitas.

Email marketing

Como eu disse lá atrás, Google é o seu melhor amigo. Mas talvez eu tenha me enganado. Google é um dos seus melhores amigos. O outro é o email marketing. Que foi? Torceu o nariz? Ah, sim… caramba, numa época em que existe Whatsapp e outros bichos… email??? Bem… se você pensa assim, tente efetuar vendas e recebimentos e também montar uma campanha de marketing via Whatsapp, messenger ou seja lá o que for. Boa sorte. Email marketing. Este é o negócio.

A sua lista de emails com os compradores potenciais é outra coisa que vale ouro.

Porém, quando falo de email marketing… não estou falando de disparar suas metralhadoras com spam pra tudo quanto é lado. Sobre isso, veja este artigo a respeito de spam. Spam é envio de email não solicitado. Eu não faço. Spam é a arma dos incompetentes e preguiçosos.

Email marketing é coisa muito mais séria. E levado a sério traz excelentes resultados (vendas).

Basicamente a coisa funciona assim:

  • Você tem o seu eBook, prontinho para entrega
  • Você tem vídeos e artigos falando sobre o assunto
  • Os compradores potenciais são direcionados à sua lista de email
  • Para os assinantes da sua lista, você procura vender seu eBook

Evidentemente você também pode disponibilizar uma página de venda direta, sem que o visitante entre em sua lista de email. Mas jamais direcione todos para uma página de vendas, simplesmente. Pense… uma pessoa indecisa não compra na hora. Vai embora e nunca mais volta. Enquanto poderia estar indecisa do mesmo jeito… mas em sua lista de email.

Tudo isso… só pra vender um eBook?

Bem… se você usar um pouco mais a sua massa encefálica, irá montar uma estrutura que lhe possibilite vender mais que um produto. E geralmente é assim. É possível criar mais que um produto calcado sobre o mesmo tema.  Use a cabeça. Pense com antecedência no maior número de possibilidades possível.

Mas mesmo que fosse apenas um eBook… será que compensa? Eu acredito que se você fizer o trabalho certo, compensa. Eu tenho pelo menos dois sites que vendem apenas um eBook cada um. Adivinhe porque eu não acabo com estes sites? Eles estão lá quietinhos, não me dão trabalho algum. E vendem. Podem até não vender horrores. Mas vendem. Mais que o suficiente para pagar não só a sua própria despesa, como a de todos os outros sites.

E aí? Vai ficar resmungando… ou tomar uma atitude? Tem uma idéia? Comece agora. Em menos de três meses você pode estar ganhando dinheiro. E sem investir quase nada… Aliás… faltou falar disso…

O brasileiro, ao longo dos últimos… sei lá… 40 anos, foi adquirindo péssimos hábitos. Talvez você não concorde porque já nasceu no meio da bagunça. Mas não vamos discutir aqui a péssima situação do país… Um dos hábitos ruins que o nosso povo praticamente adotou, é querer levar vantagem. Querer tudo de graça.

Vou dar um exemplo… Tempos atrás, um acéfalo fez um comentário num vídeo meu, me chamando de “mercenário”. Ora, mercenário é o que se presta a lutar por qualquer causa, qualquer país, contanto que seja pago. Mas o abestado completou seu comentário. Eu seria um “mercenário” por estar fazendo o vídeo e vendendo meu eBook, ao invés de oferecer grátis.

Veja você a mentalidade do energúmeno. Ele acha que o meu eBook precisa ser de graça. Será que ele chama também o dono do supermercado de mercenário? E da loja de roupas? Ah, acho que entendi… É porque eu não sou uma grande empresa, nem alguém famoso, importante… Ora… vá se lascar!

Vamos lá… a minha história aí serve para avisar a você. Não fique aí pensando em obter tudo grátis. Existe muita coisa boa na internet que é grátis. Eu mesmo ofereço vídeos, apostilas grátis. Mas não coloque em sua cabeça que tudo DEVE ser grátis. Não deve ser grátis nada. As pessoas trabalham duro, desenvolvem ferramentas, livros, vídeos que servem a você. Algumas coisas elas dão. Outras elas vendem. Em algum momento você vai precisar de algo que custa algum dinheiro. Precisa mesmo? Um tema de site, um software, uma imagem legal… compre.

Eu já cansei de pagar por tudo quanto é coisa por aí. Temas que até já nem uso mais, imagens, programas, eBooks, cursos. Já perdi a conta. Mas… “Ah, não… a gente pega aquele programinha maneiro e… baixa pirata”.

Agora veja só… uma pessoa que quer desenvolver um produto para VENDER e baixa programas, eBooks e outros bichos na base da pirataria… pra mim não passa de um crápula, cínico e safado. Quer dizer… os outros que se lasquem, o meu é vendido. Pessoas assim nunca saem do mesmo lugar. Porque com a mesma medida com que tratou os outros, será tratado. Aliás, provavelmente seu “produto” nem será alvo de pirataria, porque de um crápula só pode sair m…

Muito bem… é… eu tenho um jeito meio equino de explicar as coisas.

Não que você tenha que sair por aí também distribuindo dinheiro pra todo mundo. Também tem muita gente por aí cobrando incautos por coisas que realmente são gratuitas. Não seja ingênuo.

Mas vamos ao que você realmente vai precisar meter a mão no bolso.

  • Hospedagem de site – Indiscutível. Você precisa comprar seu próprio domínio e pagar uma boa hospedagem.
  • Editor de texto – Existem alguns grátis. Se não gostar… compre.
  • Editor de vídeo – Quer fazer um vídeo no mínimo decente? Compre um editor.
  • Cursos, eBooks – Você vai precisar informar-se, estudar. Existem cursos e eBooks de qualidade por aí. Compre.

E mais o que se lhe der na telha. E tudo isso aí nem se pode considerar gasto. É investimento.

Tem um montão de gente por aí que quer ganhar dinheiro na internet, e ainda está lá, naquele bloguezinho grátis. Não têm nem seu próprio domínio, que custa R$ 30,00! A imagem de alguém assim, é horrível. Um mão de vaca, egoísta, que só quer levar vantagem. E acaba não levando nada.

E você pensou que eu tinha acabado uns vinte parágrafos atrás… pensou errado. Na verdade, ainda tem muito mais… como você vai ver se procurar por aí. E também se resolver encarar a briga.

Mas uma coisa eu garanto. É possível ganhar um bom dinheiro com eBooks. Um bom infoproduto pode lhe proporcionar anos de renda passiva. Você monta o cenário e aquilo funciona quase que automaticamente. O “quase” aí é porque a internet é feito uma fogueira. De vez em quando é preciso alimentar e atiçar o fogo.

Para que você tenha uma idéia, coloquei meu primeiro eBook à venda em 2010. E o mesmíssimo eBook está vendendo até hoje, obrigado.

E aí? conseguiu chegar aqui? Então me parece que você está mesmo interessado. Quer seguir em frente? Inscreva-se em minha lista de email e saberá muito mais. Ah… e você ainda ganha um infoeBook grátis (Eu chamo de “infoeBook” um eBook que é um infoproduto… será que pega?).  Para inscrever-se, basta colocar seu email no formulario abaixo.

 

 

 

 

About the Author Bruno