Quer criar seu próprio infoproduto?

Inscreva-se e receba um minieBook para saber mais hoje mesmo!

Como “levantar a moral”

Blog levantar - sorriso

Levantar a moral. Esta frase é bastante utilizada entre o povo. E tem diversos sentidos.

Vou falar de apenas um deles. Refiro-me a levantar a moral no sentido de animar, encorajar. Neste sentido, “moral” quer dizer: “disposição do espírito, energia para suportar as dificuldades, os perigos; ânimo: O moral das tropas. Com moral alto” (retirado do dicionário Michaelis).

É claro que, do jeito que este mundo velho vai indo, precisamos levantar a moral em outro sentido também. No sentido de decência. Mas deixemos isto para uma outra ocasião.

Em primeiro lugar, vamos esclarecer uma coisa. Apenas dizer “levantar a moral” para alguém, acompanhando a frase com algumas palavrinhas encorajadoras, não levanta ninguém.

Quando você está caído ou deitado fisicamente, o que é preciso para que se levante? Energia, claro. Você precisa que seu corpo funcione de acôrdo, para que tenha forças nas pernas e braços. Aí sim, poderá levantar-se.

E de onde vem esta energia? Do alimento, sem dúvida. Alimentando-se corretamente, você fornece energia ao corpo.

Mas “levantar” na frase “levantar a moral”, é algo diferente. Refere-se a criar coragem, animar-se para enfrentar as situações da vida, do dia-a-dia.

Hoje em dia há enxurradas de emails batendo em sua caixa de mensagem. Frases bonitas, historinhas bacanas, tudo muito emocionante, coisa e tal. Isso não serve para absolutamente nada.

Explicando: suponhamos que você esteja triste, cabisbaixo (com a moral baixa), devido a alguma coisa ruim que lhe aconteceu. Você abre um email destes. Aquele amontoado de baboseira pode até mesmo causar-lhe mais problemas ainda. Você está lá, mais pra baixo que barriga de cobra, e alguém lhe diz: “coragem, ânimo, blá, blá, blá…”.

 

Como alimentar o espírito

Assim como o fisico, o seu  psíquico – digamos assim – também precisa de alimento. Para ter ânimo, coragem para enfrentar a vida, forças para levantar após uma queda moral, você precisa alimentar o espírito. Da mesma maneira como faz com o físico. Constantemente, diariamente.

E qual é o alimento espiritual? Livros de auto-ajuda? Reuniões com amigos? Estudar a mente humana? Ler emails com apresentações do powerpoint?

Não que estas coisas não possam ensinar-lhe algo, mas o fazem no varejo. Falam sobre algo específico. É a mesma coisa que alimentar seu corpo só com laranja, por exemplo. Fica faltando todo o resto.

Procure por aí, pense. Onde está o alimento espiritual completo, balanceado e com todos os nutrientes? Pronto, pode parar de procurar e pensar. Está na bíblia, sem qualquer sombra de dúvida.

Mas você pode estar duvidando. Então compare a bíblia com qualquer outro livro que ensine alguma coisa. Livros escritos por nós, pobres mortais, pessoas comuns, gastam páginas e mais páginas para explicar como se usa um saca-rolhas. A bíblia, num livro só, explica a humanidade, que é “um pouco” maior que um saca-rolhas, concorda?

 

Um homem que caiu e levantou-se

Na bíblia, um dos personagens que “caiu” mais contundentemente foi Jó. Ele – literalmente – tinha tudo e perdeu tudo. Ele tinha posses e as perdeu todas. Tinha família e a perdeu. Tinha saúde e lhe foi tirada. Quem tirou tudo isto de Jó? O diabo.

Mas Jó tinha uma coisa que o diabo não lhe podia surrupiar. A fé em Deus. Jó era muito bem alimentado – empanturrado, pode-se dizer – pela palavra de Deus.

A vida, meu caro leitor, pode tirar-lhe tudo, jogá-lo ao chão, na mais profunda miséria corporal. Assim como aconteceu com Jó. Mas nada nem ninguém pode tirar a força que a palavra de Deus lhe confere. E é esta força que te faz levantar a moral. Levantar do chão.

Assim aconteceu com Jó. A intenção do diabo era enfraquecer Jó fisicamente, para que ele finalmente desistisse de acreditar em Deus. Mas ele não desistiu. Resistiu e persistiu na palavra de Deus. Acreditou. E recebeu a recompensa. Tudo o que havia perdido lhe foi restituído.

Leia o livro de Jó e reflita. Talvez você esteja numa situação parecida. Sentindo-se miserável, abandonado, acabado. Será que foi fácil para Jó passar por aquele período? É claro que não. Ele sofreu muito, passou – literalmente – por um “inferno”, como costumamos dizer.

Mas não deixou que sua mente fosse afetada. Para isso, havia alimentado esta mente. Com a palavra de Deus. E o fez quando? Quando tudo estava bem, quando tudo era só felicidade. Quando ele tinha saúde.

Nós temos a tendência de recorrer a Deus só nas horas difíceis. O alimento espiritual – como já disse – deve ser tomado constantemente. Assim como você alimenta o corpo diariamente. Assim fez Jó. E quando vieram as horas difíceis, seu corpo sofreu. Mas a reserva de alimento espiritual o salvou. 

Quer “levantar a moral”? Alimente-se da palavra de Deus. Leia a bíblia. Procure entender e aplicar a palavra em sua vida. E levantar já não será tão difícil. Já não lhe parecerá impossível.

About the Author Bruno

4 comments

Comments are closed